O que somos

EME>>, Estúdio Móvel Experimental, é uma residencia móvel de pesquisa integrada em meio ambiente e sustentabilidade, entre arte, ciência e tecnologia. O projeto tem duas funções principais: seu design ser ecológico, isto é, desenvolver a máquina para que seja coerente ao meio ambiente e abrir espaço para artistas desenvolverem ações artísticas em sítios específicos. Este projeto é direcionado como uma plataforma interdisciplinar de pesquisa com foco na Mata Atlântica e sustentabilidade.

Os artistas e pesquisadores residentes no EME>> visitarão alguns municípios do estado do Rio de Janeiro também como festivais de arte, mídia e exposições. Uma de suas funções é alcancar público por meio de intervenções urbanas, publicações, documentação e interação utilizando plataformas de novas mídias como internet e redes sociais. Através deste projeto multidisciplinar pretende-se enfatizar a conscientização ambiental, histórica e artística do Estado do Rio de Janeiro.


EME >> Estúdio Móvel Experimental is a mobile residency working in a platform between art and science researching the natural environment and sustainability. EME >> has two main functions: as a customized camper van that is designed to be ecological, i.e., to adapt its machinery to the natural environment; and also as a mobile studio that can support facilities to explore the urban and natural environment, realize public/ live arts and educational events around the Guanabara Bay in the state of Rio de Janeiro. It opens space for artists and researchers to use the EME>> machine as a tool for communication and interface their work, the natural environment and the audience.



17 de out de 2010

Rádio Lugar >> Apresentação Final por Romano

Romano realizou uma apresentação sobre seu trabalho 'Rádio Lugar' para um grupo de 10 pessoas no Parque Lage, Sexta-Feira dia 15 de Outubro. Concluindo assim sua residência EME>>.

A tarde consistiu de uma apresentação de algumas bases teóricas e práticas que levam Romano a criar e produzir suas intervenções pela cidade do Rio de Janeiro. Discutimos a questão da ecologia sonora e humana em torno da baía de guanabara e como os dispositivos adaptados por Romano, como seus sapatos, rádios e guarda-chuvas proporcionam suas micro-intervenções e poética. Três vídeos e um texto inédito, produzidos durante esta residência foram apresentados de dentro do estúdio móvel e discutidos entre os participantes deste evento.

Agradecemos a Direção da Escola de Artes Visuais Parque Lage pela fonte de luz e espaço para realizar este evento. Foi uma recepção pefeita, podendo nos estacionar embaixo de uma grande mangueira, rodeada pela floresta da Tijuca.









Tivemos nesta ocasião a participação de Adriano Tavares, Amanda Bolsas, Jacqueline Paschoal, Juliana Cerqueira, Luciane Briotto, Luiza Diniz, Luiz Sérgio, Marcelo Mudou e Thiago Antonio.





Os móveis designed especialmente para esta ocasião de apresentação foram uma mesa e três bancos de madeira reciclada, montadas enquanto os participantes chegavam. Os módulos de madeira foram criados por Silvia Leal e estarão disponíveis para utilização pelos próximos dois residêntes; Beatriz Lemos (18-29 out) e Active Ingredient (1-15 nov).

Nenhum comentário:

Postar um comentário